quinta-feira, 13 junho, 2024

Polícia descarta latrocínio em morte de Dionízio

A Polícia está investigando o assassinato do diretor do Sine, de Nova Venécia, Dionízio Gonzaga de Oliveira, ocorrido na manhã de ontem, terça-feira (23), nas proximidades do local onde ele trabalhava.

Segundo o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, William Dobrovosk Simonelli Daniel, que está coordenando as diligências, a polícia está próxima de elucidar o crime.

“Ainda não podemos adiantar nada para não atrapalhar as investigações, mas podemos afirmar que a morte de Dionízio não foi latrocínio (quando é seguida de roubo). Estamos trabalhando com a hipótese de ser homicídio. A causa e quais pessoas que estão sendo investigadas, não podemos adiantar”, disse William para a Rede Notícia, na manhã desta quarta-feira (24).

O CRIME

O diretor do Sine de Nova Venécia, Dionízio Gonzaga de Oliveira, 42 anos, foi assassinado na manhã desta terça-feira (23), próximo ao local onde trabalhava, no bairro Margareth, em Nova Venécia.

Segundo informações, a vítima foi rendida por dois indivíduos, sendo um encapuzado e armado, que efetuou dois disparos, um no tórax e outro na cabeça de Dionízio, que veio a óbito no local.

Após o crime, a dupla fugiu levando o carro da vítima, um Fiat Uno Wey, vermelho, que foi abandonado às margens da rodovia que liga Nova Venécia a Boa Esperança.

A Delegacia de Nova Venécia está investigando o caso.

Informações: Rede Notícias.

vipalab

Veja Também