Concluída a nova ponte de São Gonçalo. Tráfego de veículos já está liberado

Prefeitura Municipal concluíu as últimas etapas da obra: o aterro das cabeceiras e desmonte da velha estrutura

Nova Imagem - 2 -900

Nova ponte ganhou “guarda corpo” para proporcionar mais segurança para os transeuntes

As obras de construção da nova ponte de São Gonçalo, sobre o Rio Cricaré, na divisa entre os municípios de Vila Pavão e Nova Venécia, foram concluídas nesta quarta-feira (05).

Um engenheiro da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico vistoriou a obra e a liberou para o tráfego de veículos, após serem finalizadas as últimas etapas da construção: o aterro das cabeceiras e desmonte da velha estrutura, pela Prefeitura Municipal.

A nova ponte de São Gonçalo, construída em concreto armado, mede 70,40m de extensão por 5,80m de largura, substituirá a velha ponte de madeira construída há cerca de 60 anos. A ponte que foi erguida com recursos do Governo Federal, através do Ministério da Integração Social, ganhou “guarda corpo” nas laterais para proporcionar mais segurança para os transeuntes.

Luta

A ponte de São Gonçalo sobre o Rio Cricaré é a principal via de acesso dos moradores ribeirinhos e das localidades de Beira Rio São Gonçalo, São Francisco de Assis e outros,  no interior de Vila Pavão, divisa com Nova Venécia.  Através dela é feita a escoação da produção cafeeira e de rochas ornamentais extraídas em mineradoras da região.

Ela já se encontrava em estado precário quando foi destruída parcialmente pelas enchentes no final de 2012. Desde então, Poder Público Municipal e comunidade travaram uma luta grande pela construção de uma nova ponte.

Com a sua interdição, a população da região ficou isolada por vários meses, até que a Prefeitura de Vila Pavão em parceria com comunidade local, improvisou reparos na ponte, o que possibilitou o tráfico de veículos leves no local.

Mas, se por um lado, os reparam ajudaram a restabelecer o tráfego de pessoas e veículos leves, por outro causou apreensão, vez que, caminhões carregados com produtos da região se arriscavam na travessia.

A solução definitiva para problema só veio em 2015, quando foram iniciadas as obras construção de uma nova ponte para substituir a antiga. Do início à conclusão, as obras da nova ponte foram paralisadas várias vezes devido a problemas relacionados a conflitos no projeto e atraso no repasse de recursos.

Prefeitura concluiu o aterro das cabeceiras

Prefeitura concluiu o aterro das cabeceiras

Nova Imagem1 - 900

A antiga ponte de madeira foi desmontada